Hoje as lembranças me falaram de você

Ouvi uma canção, a qual me trouxe lembranças suas. Lembrei-me de seus cabelos cacheados e seu perfume forte, que ficava impregnado em minha roupa. Lembro também, de quando me dizia o quanto gostava da cor dos meus olhos castanhos, que adorava minhas mãos tão delicadas e admirava o meu jeito sensível e ao mesmo tempo, tão determinada de ser.
Lembro-me de quando você acordava antes de mim, deixava o café da manhã posto sobre a mesinha do quarto, com uma rosa vermelha em cima de um bilhete dizendo: “Bom dia meu amor, espero que tenha dormido bem. Fiz um café reforçado, e comprei torradas e sua geleia preferida de maçã. Espero que goste. É todo seu. Volto já. Amo amar você”. Lembro de como eu era feliz quando você era feliz também.
Lembro dos planos que fazíamos embaixo da sombra das árvores da praça, próxima a sua casa, onde dizíamos que íamos trabalhar bastante, comprar uma casa na praia e passar os finais de semana em família. Lembro principalmente, quando dizíamos que nossos futuros filhos iriam se chamar Felipe e Helena. Lembro dos teus filmes favoritos, do seu modo de falar e do teu jeito desengonçado de andar.
Lembro de suas manias incuráveis e sua obsessão por comida japonesa. Lembro que gostávamos de ouvir musicas observando o luar e ver o sol nascer. E hoje, me pego lembrando de tudo isso, com uma dor incalculável no peito e com uma saudade que me sufocava em cada lágrima que cai ao ver nossas fotos. Não sei mais qual o cheiro do seu cabelo, se o perfume que você usava ainda é o mesmo e se teu jeito ainda é tão engraçado.
O nosso tropeço foi planejarmos uma vida inteira juntos, sem imaginar que a vida nos pregaria uma peça. Você passou no vestibular, em Orlando, se mudou deixando todos os nossos planos para trás, pois você sabia que a distância nos impediria de realizá-los, e eu sabia que, sem você não daria certo.
Decidimos seguir em frente, sozinhos. Mesmo que doesse, mesmo que fosse difícil aceitar a distancia, e mesmo que os comentários e perguntas direcionadas a nossa relação fosse nos machucar, era o certo a se fazer.
Eu não seria egoísta em te prender aqui, pois eu não poderia tirar de você as grandes oportunidades que a vida lhe oferecia. Mas um dia eu li uma frase, em algum lugar, que dizia, que tudo que fosse para dar certo, daria. E que, tudo que fosse embora, voltaria, se assim fosse da vontade de Deus. E assim, já são 2 anos á sua espera. E algo me diz, bem lá no fundo do peito, que a vontade dEle, é que você volte pra mim, e que algum dia nós realizaremos tudo o que sonhamos juntos.
Guardei sua última carta, que diz: “Espero que o teu coração saiba, que o meu, é todo seu.” Eu esperarei incansavelmente por você. E quando eu acordar com o peito apertado, eu saberei que é apenas a saudade me dando bom dia!

 

coração saiba, que o meu, é todo seu.” Eu esperarei incansavelmente por você. E quando eu acordar com o peito apertado, eu saberei que é apenas a saudade me dando bom dia!

About Mona Mattos

Olá! Sou a Mona, tenho 20 anitos e moro em Catalão-GO. Amo música, comecei nas artes através dela, gosto de curtir os amigos, gosto de ser lembrada, de carinho (cafuné e beijo na testa <3 ), gostar de comer é quase ironia, comer é esporte pra mim. Sou muito crítica falo na lata, mas já melhorei bastante (juro). Não acredito em príncipe encantado, mas curto um clichê. E a moda faz parte mim, me vestir bem, uma make legal e bons acessórios são coisas naturais no meu dia a dia. esse espaço é para mostrar um pouco de mim e inspirar vocês. ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>